Reprodução Humana

Recepção de óvulos doados


A recepção de óvulos, consiste na utilização de óvulos doados por pacientes que se submeteram a tratamentos de Inseminação Intrauterina e tentativas de Fertilização In Vitro utilizando recursos próprios (óvulos), sem sucesso.

Podem recorrer a técnica de recepção de óvulos pacientes que possuam:

  • baixa reserva ovariana
  • falência ovariana precoce
  • idade avançada
  • doenças genéticas
  • relacionamento homoafetivo masculino

Como é realizada a escolha da doadora:

A escolha da doadora passa por diversos critérios para que seja enquadrada como tal. Ela deve atender aos pré-requisitos estipulados pela clínica e determinados pelo Conselho Federal de Medicina, como:

  • possuir idade de até 35 anos não completos
  • não possuir doenças genéticas e transmissíveis
  • possuir uma boa reserva ovariana
  • doadora e receptora não devem se conhecer
  • não ter fins lucrativos ou comerciais.

Após preenchido os pré-requisitos necessários, seu perfil passa a ser disponível para um casal receptor, que terá acesso as características da doadora, hobbies, histórico médico, fenótipo, características dos pais e acesso a foto de quando criança.

Após escolhido o perfil da doadora pelo casal, é realizado o pareamento dos ciclos. Podem ser utilizados nesse caso, óvulos congelados ou óvulos frescos. No caso de utilização de óvulos congelados, o casal receptor não precisará aguardar o início do tratamento da doadora, é necessário apenas o descongelamento dos óvulos e a coleta do material genético do homem (espermatozoides), para posteriormente realizar a transferência embrionária. Já nos óvulos a fresco, é necessário aguardar o início do tratamento da doadora, podendo levar cerca de 20 a 40 dias para se realizar a coleta dos óvulos e a transferência embrionária. Ambas as técnicas possuem ótimas taxas de sucesso, a técnica a ser utilizada deverá ser analisada em conjunto pelo casal e a equipe médica.

Quantos embriões posso transferir?

Em um tratamento de FIV utilizando-se óvulos próprios seguimos a regra da idade da paciente a ser estimulada. Quando se utiliza óvulos doados, estamos recrutando óvulos de uma paciente que possui idade de até 35 anos, considerando a idade e a qualidade desses óvulos a chance de uma gravidez é grande, sendo assim respeitamos a idade da doadora e a quantidade a ser transferida é de até 2 embriões por tentativa, conforme determina o Conselho Federal de Medicina (CFM) 2168/2017.

A necessidade de se utilizar essa técnica deve ser discutida com o seu médico.