Reprodução Humana

Qual o primeiro passo para iniciar o tratamento de Reprodução Assistida?


O início de qualquer tratamento vem acompanhado de muitas dúvidas e inseguranças. Quando se trata de infertilidade passa a ser ainda mais angustiante, descrevemos abaixo os primeiros passos para iniciar o tratamento.

Primeiro passo:

A escolha da clínica

Você deve escolher a clínica que iniciará o seu tratamento, é necessário levar em consideração toda a estrutura que ela vai lhe oferecer, se o tratamento é individualizado com protocolo de medicamentos específico para o seu caso, se todos os procedimentos são realizados nela e também a confiança e segurança que o médico lhe transmite.

Segundo passo:

Após realizada a escolha da clínica, a etapa seguinte é agendar a consulta com o médico especialista. É na consulta que o médico irá entender melhor o seu caso, solicitar exames, indicará o tratamento ideal e o protocolo de medicamentos que será utilizado. A escolha do tratamento é uma decisão conjunta entre médico e paciente, sempre levando em consideração as necessidades e anseios de cada paciente.

Exames obrigatórios

  • HbsAg e Anti-HBC
  • Anti HIV I e II
  • Anti HCV
  • Anti HTLVI e Anti HTLVII
  • VDRL
  • Zika Vírus IgG/IgM
  • Tipagem Sanguínea

Outros exames poderão ser solicitados de acordo com o caso de cada paciente.

Como funciona o tratamento?

Após definido o tratamento, começará a estimulação do crescimento do folículo como exemplificado na imagem abaixo:

Etapas da FIV

Nós da Clínica Sesma utilizamos a filosofia de transferência em blastocisto, pois acreditamos que se eles conseguiram chegar até esse estágio é porque as chances são melhores se comparadas em estágio de D2 ou até mesmo D3. Nosso objetivo é que você consiga engravidar na primeira tentativa de transferência. Nosso laboratório possui sistema de cultivo em baixa tensão de oxigênio (cultivo em trigás), possibilitando melhores condições para que os seus embriões tenham chance de chegar ao estágio de blastocisto, possibilitando, assim à você uma chance maior de ter uma gestação.