Reprodução Humana

Injúria Endometrial


Uma das técnicas mais utilizadas em pacientes que apresentam falhas no tratamento de fertilização após a transferência do embrião ao endométrio e o não desenvolvimento dele, é a injuria endometrial. A injúria endometrial, tem como finalidade aumentar a receptividade do embrião que será transferido para o útero, principalmente em pacientes que tiveram falha prévia de implantação.

Como é realizado o procedimento?

O procedimento é realizado em consultório, pelo especialista em Reprodução Assistida, sem a necessidade de anestesia. Com um instrumento delicado, chamado de Pipelle de Cornier e a paciente em posição ginecológica, realiza-se pequenas raspagens (traumas) no endométrio para estimular o aumento das substâncias histamina e citocinas, que são células importantes e que facilitam a implantação.


Quando deve ser realizado?

Deve ser realizado principalmente em pacientes que já se submeteram a tratamentos de Fertilização In Vitro (FIV) e que tiveram falhas de implantação. Esse processo é realizado no mês anterior a transferência do embrião e até o 5º dia da menstruação. Não é aconselhável a realização no mesmo dia da transferência, pois pode prejudicar o processo.
As chances de sucesso após esse processo são ainda maiores, principalmente em que já se submeteram a tratamentos de fertilização in vitro (FIV) sem sucesso.