Perguntas Frequentes


-Casal que faz sexo no mínimo duas vezes por semana a pelo menos um ano, sem métodos anticoncepcionais e não ocorre a gravidez.

-Mulheres com mais de 35 anos de idade.

-Mulheres com menstruações irregulares ou ausentes.

-Mulheres com Endometriose ou menstruação dolorosa.

-Mulheres que tenham passado por dois ou mais abortos.

-Homens que tenham tido infecções prostáticas.

-Homens com espermatozoides em número baixo ou com má formação.

-História de doença sexualmente transmissível em um dos parceiros.

-História de infecção pélvica ou genital em um dos parceiros.

-Cirurgia abdominal prévia em um dos parceiros.

-Reversão de esterilização cirúrgica em um dos parceiros (Laqueadura na mulher, Vasectomia no homem).

-Diabetes, pressão arterial elevada ou outras doenças crônicas em um dos parceiros.

-História de quimioterapia ou radioterapia em um dos parceiros.



Menopausa significa que o estoque de óvulos da mulher acabou. Para ela ter um filho é necessário a obtenção de óvulos através de doação. E deve recorrer a Clínica especializada em Reprodução Humana, para os procedimentos de obtenção de doação de óvulo e para a realização da Fertilização In Vitro.

O sêmen deverá ser obtido por doação e, geralmente, as Clínicas de Reprodução Humana mantêm credenciamento junto a Bancos de Sêmen. E a gravidez deverá ser obtida através dos recursos da Fertilização In Vitro.

A caxumba não afeta a possibilidade da mulher de engravidar por não interferir na produção de óvulos. A caxumba no homem, se for localizada nas glândulas parótidas (garganta) também não afeta, porém se ocorrer nos testículos aí pode, eventualmente, criar dificuldades para engravidar.

De forma natural realmente é impeditivo. Porém em Clínica especializada de Fertilização existe a possibilidade de se conseguir obter o sêmen através de procedimento simples (punção dos Epidídimos). Se mesmo assim não for possível obter espermatozoides próprios, aí resta a alternativa de recorrer ao uso de sêmen de doador (Banco de Sêmen).

A Inseminação, basicamente, consiste em recolher o sêmen do homem e transferi-lo para o útero da mulher quando ela está ovulando. E a Fertilização In Vitro, basicamente, consiste na coleta do óvulo da mulher e do espermatozoide do homem e realizar a fertilização em Laboratório especializado (daí vem o nome Fertilização In Vitro) e, na sequência, o embrião é transferido para o útero da mulher. Ambos procedimentos são realizados em Clínicas de Reprodução Humana.

NÃO. Porém é necessário que o tratamento seja feito em Clínica Especializada em Reprodução Humana, devidamente equipada para esse fim.

O endométrio é o tecido interno do útero, que o prepara para receber a gestação. A endometriose é uma doença bastante comum nas mulheres e, basicamente, consiste quando o tecido se apresenta fora da cavidade uterina. Em torno de 50% das mulheres com Endometriose têm dificuldades em engravidar espontaneamente. Com o auxílio da Reprodução Humana Assistida, o tratamento adequado é estabelecido para se obter a gravidez.

SIM. Uma alternativa é a reversão da Laqueadura, que é um processo que apresenta poucas chances de sucesso de gravidez. Outra alternativa pode ser recomendada pelo médico especialista em Reprodução Humana que é a realização da Fertilização In Vitro, com, comparativamente, mais elevadas chances de sucesso de se conseguir a gravidez.

SIM. Pode ser revertida a Vasectomia através de intervenção cirúrgica, geralmente necessitando internação. Se a Vasectomia foi realizada há muito tempo os espermatozoides obtidos podem não ser adequados para se conseguir uma gravidez espontânea. O médico especialista em Reprodução Humana pode indicar a realização da Fertilização In Vitro com a ICSI (injeção intra-citoplasmatica de espermatozoides), sendo os espermatozoides obtidos por punção dos epidídimos.

É o exame laboratorial feito pelo homem, por solicitação do médico especialista em Reprodução Humana, para avaliar as condições do seu sêmen. Aspectos principais considerados são volume, concentração, movimentação e morfologia. A causa mais comum de infertilidade pelo homem é a baixa produção de espermatozoides.

Sim, pode. A causa mais comum de infertilidade pelo homem é baixa produção de espermatozoides. Essa situação é devidamente avaliada pelo médico especialista em Reprodução Humana através de exames, principalmente do Espermograma.

A chance de uma mulher de 40 anos engravidar ao final de 1 (um) ano de tentativas naturais é de algo por volta de 7%. E a chance de uma mulher de até 35 anos engravidar após 1 (um) ano de tentativas naturais é algo em torno 85-90%. O “estoque” de óvulos de uma mulher vem com o nascimento e não aumenta e nem tem reposição ao longo da vida. Com o avanço da idade, a mulher apresenta uma diminuição da quantidade de óvulos em “estoque” e destes a maior parte não reúne condições de evoluir para uma gravidez. Consultando um médico especialista em Reprodução Humana ele, após a realização de exames clínicos e laboratoriais, poderá recomendar um adequado tratamento para se conseguir a gravidez.

Quando um casal pratica sexo regularmente, sem uso de métodos anticoncepcionais, ao final de 1 (um) ano de tentativas a chance de ocorrer a concepção é algo em torno de 85-90%. Se não ocorrer a gravidez após 1 (um) ano de tentativas, convém o casal procurar a ajuda de um médico especialista em reprodução humana assistida. As causas de infertilidade são temas exclusivos do casal. O médico vai solicitar a realização de exames clínicos e laboratoriais tanto da mulher como do homem, para identificar as causas da infertilidade e recomendar o mais adequado procedimento para se conseguir a gravidez. Para casais onde a mulher tem idade superior a 35 anos recomenda-se reduzir o prazo mencionado acima de 1 (um) ano para 6 (seis) meses.

Não pode. É ilegal qualquer procedimento para definir o sexo do bebê.

Para mulheres com laqueadura, existem duas opções de tratamento, sendo a primeira: Fertilização In Vitro (FIV) e a segunda reversão da laqueadura (não fazemos esse procedimento na Clínica Sesma). A FIV é o tratamento onde coletamos os óvulos da mulher através de um procedimento cirúrgico sob anestesia e coletamos os espermatozoides do homem por masturbação, e fertilizamos os óvulos com os espermatozoides. Assim formamos embriões, e colocamos o embrião formado diretamente no útero. E aguardamos a gravidez! Atualmente é um método muito sofisticado e com grandes chances de sucesso.